Comercial e suporte
(11) 2692-2355
(11) 2662-2855
Bombas d'água para condomínios
Bombas d’água para Condomínios: 5 modelos que todo síndico deve conhecer

Ser síndico de um condomínio não é tarefa fácil: muita burocracia para resolver, soluções a serem propostas, lidar com todos os condôminos… Realmente, não é simples. Pensando nisso, resolvemos dar uma ajuda com o artigo de hoje. No conteúdo abaixo, falamos sobre um equipamento fundamental: as bombas d’água para condomínios.

Então, se você é síndico e está com problemas para entender melhor qual modelo de motobomba usar ou como elas funcionam, leia todo o artigo! Separamos cinco modelos que você PRECISA conhecer.

Qual a função da bomba d’água para condomínios

A principal função da bomba d’água é bombear diferentes tipos de água – suja, limpa, pluvial – que entram e saem do prédio. Entretanto, quando são usadas incorretamente, esse importante equipamento pode ser tornar uma verdadeira dor de cabeça para todo mundo, especialmente para você, o síndico.

Imagine a seguinte situação: um morador chega no prédio e encontra a garagem alagada ou talvez, falte água nos apartamentos. A cobrança será avassaladora, não é mesmo? Não se preocupe. Conhecendo os 5 modelos que separamos para você, esse tipo de inconveniente ficará longe do seu horizonte.

Quais são os tipos de bombas d’água para condomínios

Existem muitos modelos de bombas d’água e é completamente normal ficar confuso em relação a funcionalidade de cada um. A primeira coisa que você deve ter em mente: a motobomba varia de acordo com a necessidade do condomínio, ou seja, se ele é vertical ou horizontal.

Condomínios horizontais, por exemplo, nem sempre necessitam de bombas para levar água ao reservatório, uma vez que cada tem a sua própria caixa. Assim como nem todos os verticais precisam de bombas de drenagem, já que sua garagem subterrânea não sofre com inundações.

Outra informação introdutória importante é que as bombas funcionam a partir de dois sistemas: hidráulico e elétrico. No primeiro caso, temos válvulas, registros, tubulações e conexões específicas. Por outro lado, o sistema elétrico envolve o quadro de comando, responsável por acionar o motor das bombas.

Agora, veja os 5 modelos mais comuns de bombas d’água para condomínios.

Bomba de Recalque

A bomba de recalque é capaz de elevar a água de um reservatório inferior para um superior. Normalmente, ela é instalada na casa de bombas, para assim, levar água limpa aos moradores do condomínio.

Por serem as bombas que mais trabalham em um prédio, o sistema deve abranger sempre duas bombas ligadas em paralelo, funcionando de modo alternado. Ele é programa para apontar o nível de água presente nos reservatórios; por isso, se a caixa estiver quase vazia, a bomba é acionada automaticamente. Caso esteja cheia, a bomba para de operar.

Uma dica: o zelador também pode auxiliar nessa tarefa, monitorando o funcionamento das bombas pelo painel de comando.

Bomba de Pressurização

A bomba de pressurização é colocada próxima aos reservatórios de água, seja no subsolo ou na cobertura. A sua principal função é assegurar a pressão adequada nos pontos de consumo, como chuveiros e torneiras.

Esse modelo de motobomba é fundamental para os condomínios mais antigos, especialmente os que não contam com reservatório superior ou os que são muitos, onde os apartamentos da cobertura podem sofrer com baixa pressão da água.

Semelhantemente ao tipo anterior, a bomba de pressurização pode ser acionada pelo painel de comando, começando a operar apenas quando há consumo de água.

Bomba de Drenagem para água limpa

Instaladas num poço do térreo ou do subsolo, as bombas de drenagem de água limpa ajudam a retirar o líquido acumulado em algum lugar do prédio. Na maioria das vezes, elas são um modelo de bomba submersível, em outras palavras, são colocadas dentro do poço para bombear.

Não esqueça: as bombas submersíveis devem ser mantidas dentro da água, caso contrário, podem queimar.

A bomba de drenagem é a melhor aliada para condomínios que sofrem com problemas de inundações no subsolo. Dependendo do volume do alagamento, é importante ter ao menos duas motobombas: a principal e a reserva. Assim, você não corre o risco de ficar sem a operação de drenagem.

Bomba de Drenagem para Água Suja

As funções são bem próximas da bomba anterior, mas nesse caso, ela permite a drenagem de águas sujas com resíduos sólidos. Como a água drenada não pode ser reutilizada, ela é encaminhada para a rede concessionária da cidade.

Bombas de Piscinas

Como o nome indica, a principal função é ajudar no tratamento da água da piscina. Basicamente, ela faz a água circular o tempo todo, reduzindo o acúmulo de bactérias e outras impurezas na piscina.

As bombas de piscinas também são utilizadas para alimentar pontos de lazer e decoração do condomínio, como cascatas e chafarizes.

Precisa de uma ajuda com bombas d’água para condomínios?

Quando falamos em bombas d’água para condomínios, a realização de manutenção é inevitável. Seja para evitar problemas, ou até mesmo para consertos pontuais. Por isso, você, como um bom síndico, precisa ter uma parceira de confiança para esse serviço.

Tem empresa melhor do que nós, da Conservadora Paulista? Estamos no mercado há mais de 50 anos, e temos um contrato de manutenção especial para bombas d’água em condomínios. Quer um time especializado e um serviço de confiança? Então, acabou de encontrar!

Ligue para a gente, conte sobre o seu prédio e te mostraremos as melhores soluções.

Leia também